BNDES vai estudar viabilidade de exploração de petróleo no Foz do Amazonas, diz Mercadante

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, está iniciando estudos sobre a exploração de petróleo na Foz do Amazonas.

Por Jovem Pan em 03/06/2023 às 10:59:30

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, está iniciando estudos sobre a exploração de petróleo na Foz do Amazonas. No entanto, a palavra final deverá ser do Ibama, que, recentemente, não liberou o licenciamento para que a Petrobras pudesse explorar. Segundo Mercadante, o BNDES não quer se antecipar a nenhum órgão competente, apenas participar do debate e contribuir para as discussões que colocam de um lado ambientalista e o Ministério do Meio Ambiente e do outro o Ministério de Minas e Energia e desenvolvimentistas. A negativa do Ibama no pedido de licenciamento da Petrobras iniciou uma grande polêmica envolvendo o tema. Mercadante afirmou que o banco quer ser uma espécie de fonte para essa discussão envolvendo o Foz do Amazonas. “O petróleo continuará sendo uma matriz presente nas próximas décadas. A expectativa em relação à margem equatorial são de reservas que podem estar entre 10 e 30 bilhões de barris de óleo equivalente, o que significariam reservas entre US$ 770 bilhões a US$ 2,3 trilhões”, disse o presidente. Mercadante também anunciou nesta sexta-feira, 2, que o banco de fomento vai criar uma linha de crédito de R$ 5 bilhões para financiar a Conferência do Clima de 2025, a COP30, que acontecerá na cidade de Belém.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Comunicar erro

Comentários