ApĂłs crĂ­ticas da oposição, Rui Costa recua em fala sobre BrasĂ­lia: 'Não fui feliz'

Por Jovem Pan em 07/06/2023 às 20:02:33
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), utilizou as suas redes sociais nesta quarta-feira, 7, para recuar e se justificar sobre as falas realizadas recentemente onde o polĂ­tico ataca BrasĂ­lia. Em uma série de publicações, o petista afirma que "não foi feliz" nas palavras utilizadas contra a capital federal após ter chamado o local que abriga os TrĂȘs Poderes – PalĂĄcio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal – de "ilha da fantasia". "Quero deixar absolutamente claro que meu desabafo nada tem a ver com brasileiras e brasileiros que vivem na capital, com seus familiares, lutando, sonhando e passando dificuldades como tanta gente em todas as cidades do paĂ­s. BrasĂ­lia é formada por uma gente corajosa e trabalhadora, que labuta todos os dias, com muito esforço e dignidade, por uma vida melhor. Tenho a convicção de que nada supera o trabalho", disse o ministro.

Durante evento em Itaberaba, na Bahia, no dia 2 de junho, Costa disse que BrasĂ­lia "fez muito mal ao Brasil" por afastar o Congresso da "vida das pessoas". Ainda segundo o polĂ­tico, a capital deveria ter permanecido no Rio de Janeiro ou ter se mudado para a Bahia – Estado onde Costa governou de 2015 a 2022. "Quem fosse entrar num prédio [de BrasĂ­lia], ou na CĂąmara dos Deputados, ou Senado, teria que passar, antes de chegar no seu local de trabalho, em uma favela, embaixo de viaduto, com gente pedindo comida, vendo gente desempregada", pontuou. A fala, no entanto, foi duramente repudiada pelos polĂ­ticos locais e federais. Ibaneis Rocha (MDB), governador do Distrito Federal, chamou Rui de "idiota completo" pelas falas durante entrevista ao jornal Correio Braziliense. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também se manifestou de maneira contrĂĄria às falas do ministro e considerou que Costa "ofende" os antepassados de BrasĂ­lia, além de pedir "noção de responsabilidade" ao petista em razão do cargo que ocupa. Rui foi, inclusive, alvo de um pedido de demissão por parte de deputados da CĂąmara Legislativa do Distrito Federal, que discordaram veementemente das declarações.

Comunicar erro

ComentĂĄrios