São Paulo: Justiça suspende obras da linha 17-Ouro do Metrô

Por Jovem Pan em 16/09/2020 às 05:36:45

O Metrô de São Paulo suspendeu mais vez as obras da linha 17-Ouro do monotrilho. As intervenções estão atualmente na fase de acabamento e paisagismo. A medida foi tomada após a empresa vencedora da licitação, a Constran, ter acionado a Justiça por ter o contrato, assinado em 2019, anulado. O acordo foi rompido no mês passado depois que empresas concorrentes alegaram irregularidades na contratação. Em julho deste ano, o Tribunal de Justiça do Estado decidiu afastar a Constran, que recorreu da decisão e conseguiu uma liminar para impedir a republicação do edital. A autorização para a linha-17 ouro do monotrilho foi assinada em 2012, com a promessa de estar pronta para a copa do mundo de 2014, com 19 estações. Seis anos depois, além de não estar funcionando, a previsão é de que apenas oito paradas sejam entregues: Congonhas, Brooklin Paulista, José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan e Morumbi. Além do atraso, o orçamento da obra aumentou em 30% e o valor já está em R$ 4,4 bilhões. O metrô disse que vai recorrer da decisão da justiça que suspendeu a licitação.

Leia também

Covas torna permanente trabalho em home office para funcionários da Prefeitura de São Paulo

Theatro Municipal de São Paulo cancela todas as atrações de 2020; confira como pedir o reembolso

PSL rejeita coligação com Russomanno; pré-candidato busca apoio de Bolsonaro

*Com informações do repórter Vinícius Moura

Comentários