Comícios eleitorais são proibidos em Pernambuco por medo da Covid-19

Por Jovem Pan em 30/10/2020 às 14:38:25

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) proibiu na noite dessa quinta-feira, 29, a realização de atos presenciais de campanha eleitoral em todo o estado para evitar aumento de casos do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Segundo o órgão, a decisão foi aprovada pela Corte Eleitoral do estado com unanimidade por seis votos favoráveis. Nas proibições apontadas na resolução do TRE estão os comícios, bandeiraços, passeatas, carreatas e todo tipo de confraternização ou evento presencial, inclusive aqueles realizados em formato drive-thru. A aplicação de força policial também é permitida "se necessário", junto ao registro de crime eleitoral e possível sanção pecuniária para candidatos, partidos e coligações.

Leia também

Dólar bate R$ 5,80 em meio ao temor dos investidores com lockdown na Europa e eleições nos EUA

Estado-chave na disputa, Flórida recebe comícios de Trump e Biden no mesmo dia

Bolsonaro diz que Dilma propôs 'o mesmo decreto' de privatização das UBS: 'Muda uma palavra ou outra'

Entre as motivações apontadas pelo TRE na decisão está a possibilidade de uma segunda onda da doença. "Pernambuco e o Brasil, assim como outros Estados e países, vivem, atualmente, sob a ameaça da chamada "segunda onda" da Covid-19", afirmou posicionamento, que apontava, ainda, o crescimento de casos no estado como fator decisivo Apesar do TRE-PE apontar o aumento de infecções, o governo do estado alega que os casos estão sob controle e que não há tendência aparente de uma segunda onda ou de aumento de mortes e contaminações. Segundo os dados da Secretaria de Saúde do estado, 10 óbitos e 662 novos casos foram registrados nesta sexta. Do mês de março até o momento, Pernambuco teve 8,5 mil mortes e 161,7 mil casos confirmados.

Comunicar erro

Comentários