Um dia após eleição, Prefeitura de Paulo Afonso começa a demitir funcionários da Secretaria de Saúde

Os funcionários que chegavam para trabalhar recebiam a notícia da demissão. Algumas secretarias devem sofrer cortes no quadro de funcionários até o primeiro semestre de 2021.

Por Redação Rede Ilha FM em 17/11/2020 às 14:02:46
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Prefeitura de Paulo Afonso começou a demitir funcionários que fazem parte das equipes da Secretaria Municipal de Saúde de Paulo Afonso. E a previsão é de que 400 sejam mandados embora até o começo de 2021, segundo fontes ouvidas pelo departamento de jornalismo da Rede Ilha FM. Em um dia, dezenas de funcionários de várias secretarias já receberam aviso, e outros funcionários já foram dispensados. Além da Secretaria de Saúde, os cortes devem atingir outras secretarias da Prefeitura.

Os funcionários que chegavam para trabalhar recebiam a notícia da demissão. Algumas secretarias devem sofrer cortes no quadro de funcionários até o primeiro semestre de 2021.

Os pacientes que chegavam para ser atendidos ficaram preocupados quando ouviram a notícia das demissões.

"Está sendo um susto para mim, eu não sabia disso. O agente comunitário faz a visita na nossa casa frequentemente, eles vão regularmente sempre na nossa casa. Eu preciso do remédio, sempre me dão remédio. Nessa pandemia eu não posso estar saindo", lamentou um paciente.

Os agentes são responsáveis por fazer as visitas nas casas das famílias dentro das comunidades ou do bairro. Eles observam os pacientes, analisam cada caso e fazem uma triagem de quem vai precisar buscar atendimento nos PSFs e ainda ajudam na marcação de consultas, de exames e na entrega de remédios.

"Vamos ficar sem amparo, eles que ajudam, dão todas as informações que a gente precisa. Agora, sem isso, vai ser complicado. A gente não pode ficar sem agente comunitário. Principalmente eu, que recebo remédio controlado. Preciso de agentes comunitários", disse Cristiane Pereira de Silva.

Os cortes no quadro de funcionários da Secretaria de Saúde e de outras secretarias começaram um dia após a eleição.

Até esta terça-feira (17/11), a expectativa é que mais de 400 trabalhadores sejam mandados embora até o primeiro semestre de 2021. A maior parte é de pessoas que foram contratadas no início da pandemia.

Procurada pela Rede Ilha FM, a prefeitura de Paulo Afonso disse que não há nenhuma demissão de profissionais da saúde publicada no Diário Oficial, como também não há previsão de exoneração dê 400 servidores.

(CORREÇÃO: A Rede Ilha FM errou ao informar que 10 funcionários da Secretária de Saúde já haviam sido demitidos. Na verdade, foram 05 dispensa na Secretaria de Saúde, com outras 05 dispensas ocorrendo em outras secretarias da Prefeitura. Pelo erro, pedimos desculpas.)

Comunicar erro

Comentários