Banhistas são atacados por piranhas em prainha do Rio São Francisco, em Paulo Afonso

De acordo com testemunhas, a suspeita é de que alguma coisa tenha atraído as piranhas ao local onde os banhistas estavam.

Por Redação Rede Ilha FM em 17/01/2021 às 21:25:33
(Foto: Cortesia/Internauta/PA Alerta)

(Foto: Cortesia/Internauta/PA Alerta)

Dois banhistas foram atacados por piranhas na prainha do Rio São Francisco, em Paulo Afonso (BA), na tarde da última quinta-feira (14/01). Os ataques aconteceram em um ponto do rio próximo a área de um restaurante, onde pessoas costumam tomar banho.

De acordo com testemunhas, a suspeita é de que alguma coisa tenha atraído as piranhas ao local onde os banhistas estavam.

Uma pessoa foi atacada perdendo o quarto dedo mindinho do pé. Minutos depois, outra pessoa também foi atacada, tendo parte do calcanhar arrancado. Os dois foram levadas para o pronto-socorro do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS).

Para um biólogo ouvido pela reportagem, lixo e comida jogadas no rio e a pesca predatória podem ter influenciado nos ataques.

"Esses ataques provavelmente podem ser fruto de desequilíbrio, resultantes da escassez de alimentos para as piranhas. Não podemos afirmar qual fator específico causou isso, mas sim verificar um conjunto de fatores que acarretam esse tipo de comportamento no animal", explica o biólogo.

De acordo com o biólogo, não é possível prever se devem ocorrer novos ataques, uma vez que as ocorrências estão relacionadas a fatores externos.

"Geralmente, quando aumenta demais a população de um predador, a 'competição' entre eles próprios acaba fazendo com que muitos migrem ou morram, e aí o número de piranhas pode voltar ao que o ambiente comporta", afirma.

Comunicar erro

Comentários