Criticado por Madonna e Dua Lipa, DaBaby é cortado do Lollapalooza por homofobia

Por Jovem Pan em 01/08/2021 às 20:32:17

O rapper DaBaby foi cortado do lineup do festival Lollapalooza que está acontecendo neste final de semana em Chicago, nos Estados Unidos. A organização do evento tomou essa decisão após o cantor fazer comentários homofóbicos em um show realizado no dia 25 de julho na Rolling Loud. “Lollapalooza foi fundado na inclusão, na diversidade, no respeito e no amor. Com isso em mente, DaBaby não se apresentará mais no Grant Park esta noite”, diz o comunicado postado no Twitter oficial do festival. A programação precisou ser reajustada e o rapper Young Thug vai ocupar o lugar de DaBaby.

Na polêmica apresentação, o rapper fez comentários depreciando homens gays que vivem com HIV/Aids e outas Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Segundo o TMZ, o cantor chegou a dizer que uma pessoa infectada morre em duas ou três semanas. Madonna saiu em defesa da comunidade LGBTQIA+: “Pessoas como você são a razão de ainda vivermos em um mundo dividido pelo medo. Todos os seres humanos devem ser tratados com dignidade e respeito, independentemente de raça, sexo, preferência sexual ou crenças religiosas”.

A cantora Dua Lipa, que trabalhou com DaBaby na música Levitating, também se pronunciou: “Estou surpresa e horrorizada com os comentários. Sei que meus fãs sabem onde está meu coração e que estou 100% com a comunidade LGTBQIA+. Precisamos nos unir para combater o estigma e a ignorância em torno do HIV/AIDS”. Em meio a repercussão, o rapper pediu desculpas nas redes sociais: “Qualquer um que já foi afetado por HIV/Aids, vocês têm o direito de ficar chateados, o que eu disse foi insensível, embora eu não tenha nenhuma intenção de ofender ninguém”.

Comunicar erro

Comentários