Vacina da Pfizer recebe autorização para ser aplicada em crianças entre 5 e 11 anos nos Estados Unidos

Por Jovem Pan em 29/10/2021 às 20:19:44

A vacina da Pfizer recebeu autorização para ser aplicada em crianças entre 5 e 11 anos de idade pela agência reguladora do setor de medicamentos dos Estados Unidos, a FDA (Agência de Drogas e Comida, na sigla em inglês). Com a permissão, 28 milhões de crianças passam a estar aptas a serem vacinadas no país, que viu o ritmo da imunização cair nas últimas semanas. A dose aplicada será menor, de 10 microgramas, enquanto as de quem tem 12 anos ou mais são de 30 microgramas. Segundo um estudo apresentado pela Pfizer, a efetividade após duas doses é de 90,7% contra casos sintomáticos da Covid-19 e não houve problemas de segurança. A empresa espera ter até o fim do ano dados sobre um estudo que está sendo realizado em crianças de 2 a 4 anos. Uma reunião do Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) está agendada para a próxima semana e irá definir como será a imunização da faixa etária entre 5 e 11 anos, apesar do governo Biden afirmar que já tem um plano pronto para a situação.

No Brasil, a farmacêutica já informou que solicitará à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorização para o uso de sua vacina em crianças da mesma faixa etária. Segundo a Pfizer, o pedido será enviado ao longo do mês de novembro. Atualmente, o imunizante está sendo aplicado de forma emergencial em adolescentes de 12 a 17 anos. O tema, no entanto, é considerado sensível. Nesta sexta-feira, os cinco membros da mesa-diretora da Anvisa foram ameaçados de morte por meio de e-mails que exigem a não aprovação da aplicação de vacinas contra a Covid-19 em crianças entre 5 e 11 anos.

Comunicar erro

Comentários