Cidade de Capim Grosso, no norte da Bahia, registra falta de estoque de vacina BCG para recém-nascidos

Além de Capim Grosso, as cidades de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, no oeste, também registraram a falta do imunizante durante o mês de novembro.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Bahia em 30/11/2021 às 20:00:52
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A cidade de Capim Grosso, no norte da Bahia, registrou falta da vacina BCG para recém-nascidos nesta terça-feira (30/11). Não há previsão de chegada de novas doses no município.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Leide Rios, a cidade não recebeu nenhum informe oficial sobre o desabastecimento e ainda não há previsão de envio pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesab) e Ministério da Saúde.

Além de Capim Grosso, outras cidades baianas registraram a falta da vacina nos últimos dias. As últimas doses de Luís Eduardo Magalhães e Barreiras venceram no dia 30 de outubro, segundo a Diretoria Regional de Imunização.

A BCG faz parte do calendário vacinal infantil e está na lista de nove imunizantes que protegem os recém-nascidos de diferentes doenças, como a tuberculose, por exemplo. Os especialistas indicam que o imunizante seja aplicado após o nascimento do bebê, com o prazo de, no máximo, um ano de idade.

Famílias que adquiriram apartamentos no condomínio Beira Rio II, localizado no bairro Vila Dulce, na cidade de Barreiras, estão sem moradia própria. Os compradores esperam a entrega do imóvel desde 2017, mas até hoje a propriedade se encontra durante a fase de acabamento.

Comunicar erro

Comentários