Thammy Miranda anuncia saída do PL após Bolsonaro se filiar ao partido

Por Jovem Pan em 01/12/2021 às 00:31:10

O vereador de São Paulo Thammy Miranda, primeiro homem transexual a ser eleito para a casa legislativa paulistana, anunciou que deixará o PL após a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao partido. “Com a ida do presidente para o Partido Liberal, do qual faço parte, estou dando entrada na minha desfiliação. Eu vou sair do partido. A gente tem ideias diferentes, além de que já sofri ataques pessoais de membros da família do presidente, inclusive contra o meu filho, quando ainda era recém-nascido”, disse Miranda. Ele se referia a uma ocasião em que Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador do Rio de Janeiro pelo Republicanos, postou uma foto de Thammy com a esposa e o filho Bento, sem nenhuma legenda, em 2020. Thammy questionou o que ele queria ao publicar a foto, sem resposta, e disse que o bebê não merecia sofrer ataques.

Nesta terça, o vereador paulistano reforçou que não entrou na política em busca de conflitos. “Eu não entrei para lutar contra políticos, e sim para lutar pela nossa gente. O meu foco é trabalho, representar as pessoas, principalmente as que não eram enxergadas por ninguém. Vou seguir fazendo meu trabalho, sem me preocupar com o partido”, afirmou. Thammy foi eleito para a Câmara Municipal de São Paulo em 2020 com 43.297 votos, o 9º mais votado na cidade, e já era famoso por ser filho da cantora Gretchen.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Thammy Miranda (@thammymiranda)

Comunicar erro

Comentários