'Ele chegou a falar que outras vezes quase que acontecia acidente', diz viúva de um dos mortos após veículo cair em ribanceira

Acidente com trator que puxava carroceria com trabalhadores aconteceu entre Primavera e Escada, na Zona da Mata. Parentes de vítimas disseram que transporte sem medidas de segurança é comum na região.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Pernambuco em 19/01/2022 às 09:47:24
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

"Ele chegou a falar que outras vezes quase que acontecia acidente. Jesus deu o livramento e, infelizmente, dessa vez não escapou, aconteceu esse fato. É muito duro, mas é realidade".

A fala é da dona de casa Sônia, viúva de Israel José da Silva, de 37 anos, um dos quatro mortos no acidente envolvendo um trator que puxava uma carroceria com assentos num engenho de cana-de-açúcar no Engenho Limeira, no limite entre Primavera e Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

O veículo era utilizado de forma para transportar trabalhadores. Ao menos 20 pessoas ficaram feridas. A responsável pelo transporte era a Usina União, que disse, por meio de nota, que "chuvas torrenciais contribuíram para danos às estradas vicinais de várias empresas".

O acidente ocorreu por volta do meio-dia da terça-feira (18/01). Morreram Ednaldo de Oliveira Belo, 43 anos; Rodrigo Fernando Silva, de 26 anos; Wilkson Carlos Alves da Silva, de 26 anos e Israel José da Silva, de 37 anos.

De acordo com parentes das vítimas, elas trabalhavam colocando veneno nas plantações, nos preparativos para o plantio da cana-de-açúcar.

"Quando era para as zonas de cima, ele chegava tarde. Tinha vezes que ele chegava até 14h, 15h. Quando era aqui mesmo, meio-dia ele chegava. Estou angustiada demais, sem palavras, sem ânimo. Ele era uma pessoa muito popular aqui. Todo mundo gosta dele. Nem tenho palavras", disse Sônia.

No Engenho Limeira, a equipe da TV Globo encontrou outros veículos de transporte semelhante ao do acidente. Parentes das vítimas disseram que esse tipo de transporte, utilizando tratores, é comum, especialmente devido ao terreno acidentado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para socorrer as vítimas do acidente, ocorrido por volta do meio-dia. Foram usadas ambulância de Palmares, Gameleira, Escada, Primavera e Rio Formoso.

Entre os feridos, oito foram levados para unidades de saúde. Desse total, cinco receberam atendimento no Hospital Dom Helder, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Os outros seguiram para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. Todos estavam com fraturas pelo corpo. Os nomes dos feridos não foram divulgados.

Comunicar erro

Comentários