Preço da gasolina sobe para R$ 9,79 em Fernando de Noronha no primeiro reajuste do ano

Litro do óleo diesel também aumentou, indo para R$ 8,55. Direção do único posto da ilha afirma que reajuste reflexo do valor praticado no continente.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Pernambuco em 19/01/2022 às 14:17:26
(Foto: Ana Clara Marinho)

(Foto: Ana Clara Marinho)

Os preços dos combustíveis tiveram o primeiro reajuste do ano, nesta quarta-feira (19), em Fernando de Noronha. O litro da gasolina passou de R$ 9,59 para R$ 9,79, um reajuste de 2,1%. Já o litro o óleo diesel aumentou de R$ 8,19 para R$ 8,55, o que representa uma alteração de 4,4%.

Segundo o diretor do único posto da ilha, Rafael Coelho, o reajuste representa um repasse do aumento praticado no continente. "Nosso percentual foi inferior ao aumento estabelecido no continente. A Petrobras fez um reajuste [no dia 12 de janeiro] de 4,85% na gasolina e de 8,08% no preço do diesel", declarou Coelho.

O dono do posto afirmou que acompanha a variação dos valores praticados pelo mercado. "No último dia do ano passado, 31 de dezembro, houve uma redução do preço da gasolina. Na época, o litro custava R$ 9,71 e o valor caiu para R$ 9,59", disse o empresário.

Os turistas reclamaram do preço dos combustíveis. "O valor é salgado no Recife e, na ilha, mais ainda. Isso encarece as corridas de táxi e, para quem aluga um carro, também sai mais alto o valor da viagem", afirmou o comerciante Huang Viei, turista que mora na capital pernambucana.

"O preço é muito elevado. A gente precisa se locomover, vem fazer turismo e se depara com esse aumento", disse o técnico de instrumentação Gabriel Pereira, visitante da cidade de Santos (SP).

Os motoristas de táxi também reclamaram do reajuste. "Baixou no final do ano e agora subiu, um absurdo. Eu gasto cerca de R$ 9 mil por mês em combustível porque meu carro é econômico", declarou o taxista Ari Guedes.

"É muito complicado, é sempre uma surpresa, compromete muito o orçamento no final do mês. É preciso trabalhar cada vez mais", falou o motorista de táxi Torquato Neto.

Comunicar erro

Comentários