Pocah sobre a quarentena: "Não vejo a hora de subir em um palco de novo"

Por Redação Rede Ilha FM em 23/04/2020 às 15:56:37

O distanciamento social na luta contra a propagação da Covid-19 já dura algumas semanas no Brasil e alterou consideravelmente a realidade de muita gente. Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, a funkeira Pocah contou que, apesar de manter o ritmo de trabalho – mesmo que remoto -, sente muita falta do contato físico com os fãs. "Não vejo a hora de subir em um palco de novo", disse.

Assim como todos os artistas musicais, a cantora teve sua agenda inteira modificada por conta da pandemia, mas trabalha para adaptar seus projetos para a nova realidade. "Parei tudo que estava fazendo, todos os shows foram cancelados, tivemos que mudar alguns planos, mas não paro de trabalhar."

Segundo ela, sua maior missão durante esse período é levar entretenimento para os fãs que estão em casa e lembrá-los da importância de se proteger contra o vírus. "A minha preocupação maior é conseguir distrair o público, fazer com que tenham um momento de diversão", explicou. "Gosto muito da proximidade que tenho com eles, isso não muda nunca", completou.

Apesar disso, Pocah revelou que está aproveitando o tempo livre em casa para canalizar o medo do vírus e transformá-lo em coisas produtivas. Assim, consegue enxergar características até positivas vindas com a quarentena, como a possibilidade de aproveitar mais tempo ao lado da filha, estudar mais e até colocar as séries em dia – coisas que eram mais difíceis com a rotina corrida. "Estou aproveitando esse tempo para aprender a tocar instrumentos, conseguir estudar música, descansar mais…", disse.

"É o Perigo"

Mesmo em meio às limitações da quarentena, Pocah não parou de trabalhar. No último dia 10 deste mês, a cantora divulgou o single "É o Perigo", em parceria com PK, que já nos primeiros dias atraiu números incríveis nas plataformas digitais – no YouTube, por exemplo, o videoclipe oficial da faixa conta com mais de 1,7 milhões de visualizações.

Perguntada sobre o processo de produção do single, a artista contou que tudo aconteceu muito naturalmente. "O PK é um parceiro de bastante tempo e quando ele me mostrou a música, topei na hora", lembrou. "Fiquei muito feliz, a música ficou ótima e o clipe também, do jeito que imaginamos!", disse.

A divulgação do clipe contou até com nude conceitual dos artistas! Segundo a cantora, a ideia era produzir algo bem nostálgico, fazendo referência a estética dos games dos nos 90. "O resultado não poderia ter ficado melhor". Assista!

Já pensando no futuro da música, Pocah contou que se tivesse que escolher um DJ para ser responsável pelo remix oficial, apostaria em algum dos seus amigos. "Poderia ser a Agatha, Dennis, Pedro Sampaio…", disse.

Sobre sua evolução pessoal e profissional, a cantora destacou que sente-se muito feliz e grata pelo caminho que está trilhando na base de muito trabalho e dedicação. "Posso dizer que amadureci muito no último ano, tanto no pessoal quanto no profissional, me dediquei 100% a minha carreira e hoje colho os frutos disso.", finalizou.

Playlist de quarentena

Perguntada sobre quais sãos as principais músicas que servem como trilha sonora de sua quarentena, Pocah destacou – além de alguns de seus próprios trabalhos – faixas de nomes como Leo Santana, Beyoncé e Kevin O Chris. Confira:

É O Perigo – Pk e Pocah

Lei da Gravidade – Pocah e Leo Santana

Girassol – Priscilla Alcantara e Whindersson Nunes

Ela é do tipo – Kevin O Chris

Formation – Beyoncé

Comentários