'A gente fica pedindo força a Deus', diz homem que teve filho, nora e ex-esposa soterrados após deslizamento de barreira

Acidente ocorreu em Jardim Monte Verde, no limite entre o Recife e Jaboatão. Neste sábado (28), dezenas de pessoas morreram em deslizamentos na Região Metropolitana.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Pernambuco em 28/05/2022 às 21:35:41
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

"A gente fica pedindo força a Deus, porque só Deus é quem segura neste momento". A fala é do aposentado Genilson Sebastião, cujo filho, nora, ex-esposa e atual marido dela desapareceram em meio a escombros após o deslizamento de uma barreira em Jardim Monte Verde, região limítrofe entre o Recife e Jaboatão dos Guararapes.

O deslizamento foi um dos vários que aconteceram no Grande Recife neste sábado (28), devido às fortes chuvas. Houve dezenas de mortes confirmadas na região.

O filho de Genilson, Wesley Sebastião da Silva, tem 26 anos e morava, junto com a companheira Udilane Maria, numa das casas atingidas pela barreira. A mãe de Wesley, Lucinalva Maria de Souza, e o companheiro dela, identificado apenas como Djalma, moravam em uma casa próxima.

"Eu estou só esperando que encontrem o corpo do meu filho. Eu moro longe, em outra cidade, e minha filha me ligou de manhã, contando do que aconteceu. Aí eu vim para acompanhar o trabalho. Estou sem saber o que fazer. Meu filho está enterrado, e a mãe dos meus filhos está soterrada também", disse o aposentado.

Na casa da família do aposentado, outras pessoas também se feriram. A filha dele sofreu uma luxação no braço, o enteado dela sofreu uma pancada na cabeça e o marido se feriu, mas sem gravidade. Todos foram levados para o Hospital da Restauração, no Derby, Centro do Recife.

"Graças a Deus minha filha está viva. Eles moravam todos na mesma casa, só meu filho que morava em outra casa, um pouco mais em cima na barreira. Sou hipertenso e já tomei vários remédios para evitar ter uma crise", afirmou o aposentado.

Comunicar erro

Comentários