Conquista: Justiça rejeita ação contra chapa Herzem-Sheila em eleição de 2020

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do Bahia Notícias em 08/06/2022 às 08:22:35
(Foto: Reprodução/ Blog do Anderson)

(Foto: Reprodução/ Blog do Anderson)

A 39ª Zona Eleitoral de Vitória da Conquista, no Sudoeste, considerou improcedente uma ação que acusava a chapa Herzem Gusmão/Sheila Lemos de abuso de poder econômico na última eleição municipal. Em decisão desta terça-feira (7), a juíza Elke Beatriz Carneiro Pinto Rocha negou o pedido feito pela chapa encabeçada pelo candidato José Raimundo.

Conforme a magistrada, a ação não conseguiu demonstrar a ocorrência de ilegalidade. A candidatura de oposição acusava a chapa de Gusmão-Lemos de distribuir de forma massiva camisas e máscaras padronizadas com dizeres, símbolos e número que remetiam à candidatura da chapa que tentava a reeleição.

O material, conforme a acusação, seria obtido através de recursos públicos. No entanto, a magistrada declarou que não houve comprovação da prática, condição essencial para identificação da ilicitude. Ainda cabe recurso da decisão.

Na eleição de 2020, Zé Raimundo venceu o primeiro turno, registrando 47,63% dos votos válidos contra Herzem Gusmão, que teve 45,89% dos sufrágios. Já no segundo turno deu Gusmão que chegou a 54% dos votos contra 46% de Zé Raimundo.

Sheila Lemos então vice-prefeita assumiu a chefia do Executivo municipal (ver aqui) após Gusmão falecer por complicações da Covid-19.

Comunicar erro

Comentários