Festejos juninos geram quase 700 vagas de empregos temporários no comércio de Vitória da Conquista

Lojistas estão animados com as vendas deste ano, porque pessoas de pelo menos 80 municípios da região já movimentam comércio local.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Bahia em 21/06/2022 às 20:48:28
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Os festejos juninos geraram quase 700 vagas de empregos temporários no comércio de Vitória da Conquista, cidade do sudoeste da Bahia. Lojistas estão animados com as vendas deste ano, porque pessoas de pelo menos 80 municípios da região já movimentam o comércio local.

A menos de uma semana do São João, o comércio de Vitória da Conquista está aquecido, as lojas estão cheias e as ruas movimentadas. As buscas são por jaquetas nova, botas diferente, camisas xadrez mais atual.

"Tem uma festinha ali, uma festinha aqui, então tem que ter uma roupinha nova, um sapatinho novo", disse a vendedora Kelly Cristina.

Época das mais tradicionais no Nordeste, o período junino fomenta a a venda de produtos e serviços, principalmente, os dos setores de vestuário, calçados e acessórios.

"Conquista é um encontro familiar, de amigos também. Conquista também oferece uma opção muito grande de escolhas, exploração do comércio, de opções de lugares, comida e escolha de roupa", contou a empresária Maura Mangabeira.

Depois de dois anos sem o São João, a tradicional festa junina está de volta e com ela uma expectativa de boas vendas. Para a economia de Vitória da Conquista o impacto é muito positivo com o retorno dos festejos.

Para se ter uma ideia, o comércio de Vitória da Conquista atende consumidores de toda região sudoeste e norte de Minas Gerais, uma em média 80 municípios atendidos pelo comércio.

"Conquista tem uma característica ímpar, que é a de atender não só ela, mas 80 municípios vizinhos. Todas essas cidades são abastecidas por Vitória da Conquista", disse o diretor da CDL de Vitória da Conquista, Hélio Marques.

A expectativa é que alguns setores do comércio tenham um aumento de mais de 50% em comparação com o mesmo período do ano passado.

"Conquista é nossa Suíça baiana, então essa onda de frio que está chegando, isso impacta diretamente. Então tem alguns setores do comércio estão que devem ter um crescimento de 50%, principalmente na confecção de sapatos", afirmou Hélio Marques.

Uma das datas mais importantes no calendário comercial da nossa região, o São João, aliado com a chegada do friozinho tornam esse período bem atrativo para as compras.

Deisiane Osmundo, gerente de uma loja, que foi inaugurada no início de junho, conta que houve um impacto positivo no movimento.

A gerente afirma que o funcionamento do comércio em horário estendido fica melhor ainda para os comerciantes.

"Nós estamos com uma expectativa altíssima, já que em Conquista a gente atende esse público de fora. Tem um movimento grande com a volta das festas, enriquecendo nosso comércio", opinou.

Além das vendas que aumentam durante o São João, o período é uma ótima oportunidade para quem está procurando emprego.

Segundo dados do Sindicato dos Comerciários de Vitória da Conquista, o São João deste ano deve gerar entre 600 e 700 vagas de trabalho.

O sindicato afirma que 60% a 70% desses empregos temporários são efetivados. O vendedor Luís Kaio Varjes trabalhava de forma autônoma, até ser contratado por uma loja. Ele é responsável pelas vendas online.

O cenário é mesmo de otimismo. A loja em que Thaís Matos é gerente já estava com a movimentação em crescimento desde maio. Para os festejos juninos, foi preciso dobrar o quadro de funcionários para dar conta de tudo.

"As festas começaram, está tudo liberado, então a nossa expectativa de venda é maior. A gente teve que contratar mais pessoas, mas a gente fica feliz", disse a gerente.

Tanto movimento assim no comércio, é mais do que motivo para comemorar, é motivo para festejar entre um intervalo e outro nas compras de São João.

Comunicar erro

Comentários