Palácio-Museu Olímpio Campos, em Aracaju, reabre para visitação após dois anos de fechamento

Por ano, o local, que é referência turística do estado, recebe cerca de 2.500 visitantes, incluindo estudantes e turistas.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Sergipe em 22/06/2022 às 08:48:41
(Foto: Paullo Alexandre/ASN)

(Foto: Paullo Alexandre/ASN)

O Palácio-Museu Olímpio Campos, localizado entre as praças Fausto Cardoso, Almirante Barroso e Olímpio Campos, em Aracaju, voltou a receber visitantes. A reabertura ocorreu na tarde desta terça-feira (21), após fechamento em 2020, em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Por ano, o local, que é referência turística do estado, recebe cerca de 2.500 visitantes, incluindo estudantes e turistas.

O palácio está aberto ao público das terças às sextas-feiras, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 9h às 13h. Para os colégios, o museu adota o sistema de marcação, podendo entrar no recinto até 50 pessoas por turno (matutino ou vespertino). A entrada é gratuita.

Palácio-Museu

Construído em estilo neoclássico, com influência greco-romana, abriga pinturas de Orestes Gatti e esculturas de Cercelli. Tombado em 1985, o palácio foi erguido no século XIX e inaugurado no ano de 1863. Funcionou como sede do governo estadual até 1995, quando as tarefas de governo foram transferidas para o Palácio dos Despachos, na avenida Adélia Franco.

O palácio passou uma grande reforma no século XIX, sob as referências do ecletismo europeu, que alterou significativamente sua fachada e seu interior. Em 2007, o governo iniciou um amplo processo de recuperação do imóvel, que contemplou as áreas internas e a fechada do casarão, além da restauração dos elementos artísticos e móveis. A recuperação do palácio contou com a instalação de uma rede de internet e aquisição de novos móveis.

Nesse último fechamento, em 2020, foi climatizada parte do pavimento superior do local, onde os governadores residiam e que conta com nove ambientes; e reestruturar o pavimento inferior, onde existem outros sete ambientes.

O museu conta com galeria de fotos dos governadores e vice-governadores, assim como biblioteca, medalhas e seus documentos pessoais; e um quarto decorado em homenagem às mulheres que se destacaram na evolução política de Sergipe.
Comunicar erro

Comentários