Câmera de segurança flagra perseguição de criminosos a carro de pré-candidata, em Paulo Jacinto

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do tnh1 em 05/08/2022 às 16:02:29
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Dois suspeitos do ataque morreram depois de tiroteio com policiais no interior alagoano. Um terceiro suspeito conseguiu fugir e segue foragido. A informação foi confirmada pela polícia no final da manhã desta sexta-feira, 05.

A emboscada aconteceu próximo a uma ONG na Rua Santa Quitéria, em Paulo Jacinto. Na ação dos criminosos, o companheiro de Lérida Lobo Gomes Vitorino, José Adilson da Silva, não resistiu aos ferimento e morreu.

Investigações

Na tarde desta sexta-feira (05), a Polícia Civil (PC) descartou que a morte de José Adilson, de 24 anos, e a tentativa de homicídio contra Lérida Lobo Gomes Vitorino, de 49 anos, tenha sido motivado por política. De acordo com o delegado Thales Araújo, trata-se de um crime de ódio, motivado por uma vingança contra José Adilton, que é conhecido na região como "Galeguinho".

"Os três envolvidos são irmãos e tudo indica que a motivação foi vingança, diante da suspeita de que o namorado da pré-candidata teria envolvimento com o homicídio do pai deles", adiantou o delegado acrescentando que não há provas da participação do jovem no crime.

Sobrevivente segue estável em hospital

Lérida Lobo Gomes Vitorino, de 49 anos, vítima de tiros após suposta emboscada na cidade de Paulo Jacinto, passou por cirurgia no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, e tem o estado de saúde considerado estável pela equipe médica.

O atentado

De acordo com informações apuradas pela reportagem do programa Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara/Record TV, Lérida, que é presidente da ONG, e José Adilson, que auxiliava os trabalhos dela, foram surpreendidos pelos criminosos em carro e em moto, e atingidos pelos disparos no momento em que deixavam a entidade.

Ainda segundo o que foi passado, os homens atiraram diversas vezes contra os dois e fugiram em seguida. Lérida e José Adilson foram socorridos e levados ao hospital da cidade, porém o homem não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu na unidade. Lérida foi colocada numa ambulância e transferida ao HGE, em Maceió, onde deu entrada na área vermelha.

Tags:   Polícia
Comunicar erro

Comentários