Cinco dos 39 deputados federais baianos já foram multados por infrações ambientais; veja

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do Bahia Notícias em 01/09/2022 às 00:17:15
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Ao menos 5 dos 39 parlamentares baianos na Câmara dos Deputados já foram multados ou têm ligações com empresas punidas por infrações ambientais. Estão neste grupo os políticos José Rocha (União), Arthur Maia (União), Raimundo Costa (Podemos), Charles Fernandes (PSD) e Marcelo Nilo (Republicanos).

As informações obtidas através do Ruralômetro, desenvolvida pela plataforma Repórter Brasil, consideram os dados oficiais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).

No ranking de multas, José Rocha e Nilo aparecem, cada um com R$ 5 mil, como os dois mais multados pelos órgãos de fiscalização. Rocha foi punido e tem uma área embargada em Coribe, no território da Bacia do Rio Corrente, pelo desmate de vegetação sem autorização. Já Nilo foi autuado pelo Ibama por matar, caçar ou cometer atos similares contra a fauna silvestre sem autorização.

Na segunda colocação está Maia. Ele é dos proprietários da Lapa Distribuidora de Combustíveis e Derivados do Petróleo, que foi autuada pelo Ibama por infração relacionada ao ordenamento urbano e patrimônio cultural, com multa de R$ 1.800.

Logo em seguida está Raimundo Costa, que, por pescar em período ou local proibido ou sem a licença adequada, recebeu uma multa de R$ 1 mil. Ele é originalmente pescador e milita na defesa da profissão.

Charles Fernandes, por sua vez, é dono de uma área embargada pelo Ibama em Palmas de Monte Alto, no Sertão Produtivo, por destruição de vegetação. Segundo o instituto, o embargo visava permitir que ela se regenere.

Entre outros dados, o Ruralômetro também mensura o índice de atuação dos deputados nas temáticas agrárias, ambientais, em prol ou contra os povos tradicionais, além de detalhar doações de campanha vindas de infratores e possíveis derrespeitos às leis trabalhistas.

Comunicar erro

Comentários