VÍDEO: Bolsonaro provoca Rui Costa e ACM Neto durante passagem pela Bahia

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do Bahia Notícias em 27/09/2022 às 13:53:10
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar os atuais governadores e prefeitos que, de acordo com ele, "pediram, obrigaram para que o povo ficasse em casa durante a pandemia da Covid-19, ignorando as necessidades do povo e isto acabou prejudicando a economia". Bolsonaro sem declarar nome, disse que "o Governo da Bahia, foi um dos que decretou fechar o comércio".

"Passamos momentos dificeis. Houve a pandemia, onde governadores e prefeitos - não todos - obrigaram vocês a ficarem em casa. Agora, vocês têm a chance de ficar em casa, não votando neles novamente. O governador aqui, o prefeito de Salvador, na base do decreto, obrigaram o povo a ficar em casa, ignorando suas necessidades", alfinetou.

"Eu não fechei um só comercio. Não obriguei ninguém a fazer nada. Lamento as mortes mas nós fizemos nossa parte para atender os mais necessitados e adquiriu vacina para todos os brasileiros".

Esta foi uma parte do discurso do chefe do Executivo na orla de Juazeiro, Bahia, agora no início da tarde (27). O presidente destacou também o investimento no auxilio brasil. Bolsonaro comentou que baixou os impostos dos combustíveis e isto fez o preço dos combusitíveis baixarem de valor.

"Passamos momentos dificeis. Houve a pandemia, onde governadores e prefeitos - não todos - obrigaram vocês a ficarem em casa. Agora, vocês têm a chance de ficar em casa, não votando neles novamente. O governador aqui, o prefeito de Salvador, na base do decreto, obrigaram o povo a ficar em casa, ignorando suas necessidades", alfinetou.

"Hoje o Brasil começa a dá exemplo para o mundo. Não temos mais inflação. Tudo começa baixar de preço já no terceiro mês consecutivo", disse Bolsonaro.

O candidato também declarou ser contra o aborto e legalização das drogas e ideologia de gêneros nas escolas. "O maior patrimônio são nossos filhos e precisam ser tratados com respeito que merecem". Bolsonaro também voltou a chamar o ex presidente Lula de ladrão.

Jair comandou uma motociata que saiu do Pátio Ana das Carrancas, em Petrolina, por volta das 9h, em direção ao centro da cidade. O trajeto passou pela Ponte Presidente Dutra até chegar a Juazeiro, na Lagoa de Calú e centro de Juazeiro.

Na oportunidade, ele ainda disse que o seu governo atuou para combater a pandemia e desmentiu informações de que não atuou como deveria no período da pandemia da Covid-19.

"O Governo federal lamenta as mortes, por outro lado, fez tudo para atender aos mais necessitados. Demos o Auxílio Emergencial, gastamos em 2020 o equivalente a 15 anos do bolsa família, também, em 2021, adquirimos as vacinas para todos brasileiros que assim quisessem tomar sua vacina. Não obriguei ninguém a fazer nada, respeitei a liberdade de cada um de vocês e também não fechei uma casa de comércio sequer", comentou.

"Esses que te obrigaram a ficar em casa, agora vocês tem que deixá-los ficar em casa não votando neles novamente", disse em pronunciamento. Segundo o portal Rede GN, Bolsonaro retorna a Petrolina para almoçar no Bodódromo, complexo gastronômico com restaurantes cuja espeialidade é a carne de bode.


Comunicar erro

Comentários