Mulher é presa ao tentar fazer cadastro para entrar no sistema prisional com documento falso

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do tnh1 em 30/09/2022 às 09:29:27
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Uma mulher foi presa por uso de documento falso ao se passar por visitante de um presidiário e tentar entrar no sistema prisional de Alagoas, no bairro de Cidade Universitária, em Maceió, nessa quinta-feira, 29. De acordo com a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), a detenção foi feita em flagrante por policiais penais e a mulher buscava fazer o cadastro de entrada como visitante regular na unidade.

A Chefia Especial de Gestão Penitenciária (CEGP), responsável pela condução operacional do sistema, informou que a mulher apresentou uma certidão de casamento para poder comprovar o vínculo familiar com um reeducando. Mas, os policiais penais desconfiaram do documento pelo tipo de papel usado.

Conforme o protocolo em tais ocasiões, os policiais entraram em contato com o cartório do 6º Ofício de Registro Civil e receberam a confirmação de que não havia nenhum casamento oficializado na unidade. Os policiais penais ainda enviaram a imagem digitalizada do documento aos responsáveis pelo cartório, por meio de aplicativo de mensagens.

Ao analisar os detalhes na confecção do documento, a equipe percebeu que a falsificadora usou o nome da própria escrevente do cartório na assinatura, como também chamou a atenção a grafia falsa do nome da funcionária do cartório.

Em depoimento, a mulher disse que conseguiu o documento falso após entrar em contato com uma pessoa pelo WhatsApp, mas contou que não tinha mais o número de telefone dela. Após a prisão, ela foi encaminhada à delegacia para os procedimentos necessários.

Tags:   Em Maceió
Comunicar erro

Comentários