Esposa de farmacêutico morto com tiro na nuca em Vilas do Atlântico soube do crime por meio de amigos: 'eu não acreditei'

Vítima foi assassinada na noite de segunda-feira (29), enquanto caminhava na orla da RMS.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Bahia em 30/09/2022 às 12:29:35
A esposa do farmacêutico Elder dos Santos Danziger, 47 anos, que foi assassinado na última segunda-feira (26), disse ter recebido a informação da morte do marido por meio de amigos. Leila Danziger afirmou, nesta sexta-feira (30), que não acreditou ao saber que o companheiro tinha sido atingido na nuca.

De acordo com Leila, seu marido tinha o hábito de praticar atividades físicas pela manhã e, à noite, gostava de aproveitar o clima ameno para caminhar. No dia do crime, ela lembra ter entrado em contato com a vítima por meio de mensagens, mas não obteve resposta.

A notícia da morte veio por meio de amigos que informaram que Elder tinha sido baleado em assalto. A reação de Leila foi perguntar: "O tiro foi no coração?". Em seguida, soube que o tiro atingiu a nuca: "Eu não acreditei" , contou.

Elder morava em Salvador, mas visitava ela e a filha com frequência em Mineiros, cidade de Goiás. O irmão dele, identificado apenas como Eduardo, ressaltou que informou que a vítima não possuía inimigos.

"Ele sempre foi uma pessoa muito tranquila, não gostava de briga. Se tivesse uma briga, era o primeiro a se afastar. Do histórico que a gente tem dele, nunca teve problemas com drogas ou questões financeiras. Não tem explicação para isso", contou.

Relembre o caso

Elder dos Santos Danziger, de 47 anos, foi morto com um tiro na nuca, em Vilas do Atlântico, na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O autor do crime fugiu.

De acordo com familiares do farmacêutico, ele caminhava pela rua Praia de Itamaracá quando foi baleado, na noite de segunda-feira (29).

Elder Danziger foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE). No entanto, na manhã de terça-feira (27), não resistiu aos ferimentos.

A família ainda diz que só foram informados do óbito da vítima na tarde da última quarta (28). Na quinta (29), o corpo seguiu para o Instituto Médico Legal (IML) e segue até esta sexta (30).

Conforme os familiares do farmacêutico, o suspeito não roubou objetos da vítima. Elder morava sozinho, mas era casado com uma médica que mora na cidade de Mineiros, em Goiás.

Elder deixa uma filha de 13 anos. A família não sabe qual seria a motivação do crime e o definem como uma pessoa extremamente reservada e com carreira bem sucedida.

O enterro de Elder está previsto para sábado (1°), no Cemitério Jardim da Saudade. O caso é investigado pela 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas).

Comunicar erro

Comentários