Antes de julgamento de Cristina, presidente da Argentina ordena investigação contra juízes, procuradores e empresários

Por Jovem Pan em 06/12/2022 às 01:34:52

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, ordenou nesta segunda-feira, 5, a abertura de uma investigação criminal sobre uma suposta viagem secreta entre juízes, promotores e empresários da mídia. A iniciativa foi divulgada durante uma transmissão em uma rede nacional. O pedido acontece um dia antes do julgamento da vice-presidente Cristina Kirchner, que acontece nesta terça-feira, 6, acusada por corrupção quando era presidente entre 2007 e 2015.”Dói à democracia ver a promiscuidade antirrepublicana com que alguns empresários, alguns juízes, alguns promotores e alguns funcionários se movem. Até agora eles se sentiram impunes. É hora de começarem a prestar contas de sua conduta”, iniciou o presidente. Os juízes, promotores e empresários teriam feito uma viagem para o Lago Escondido, região turística na Patagônia. No último fim de semana, uma série de mensagens dos supostos participantes da viagem foram divulgadas pela imprensa. “Parece evidente que a viagem existiu. E tudo parece indicar que, sabendo que o evento havia virado notícia, os participantes ficaram preocupados com o risco real de se envolverem em uma série de crimes, tal como a percepção de que [receberam] presentes e faltaram com o cumprimento das funções de servidores públicos”, explicou Fernández.

Comunicar erro

Comentários