Jovem desaparece no interior da Bahia e família diz que sumiço aconteceu após saída para entrevista de emprego

Dias antes do desaparecimento, o marido de Stéfane Xavier Marinho relatou que teria encontrado um passagem de ônibus com o destino a uma cidade em Minas Gerais.

Por Redação Rede Ilha FM, com informações do G1 Bahia em 24/01/2023 às 17:49:16
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Uma jovem de 21 anos está desaparecida desde a última sexta-feira (20), em Vitória da Conquista no sudoeste da Bahia, onde vive com o marido, com quem é casada há pouco mais de um mês, e duas enteadas. Segundo o marido de Stéfane Xavier Marinho, ela teria saído para uma entrevista de emprego e não entrou mais em contato com a família.

"Quando eu cheguei em casa, por volta das 17h20 [na sexta-feira], minha esposa não estava mais. Só estavam aqui [na casa] as minhas duas filhas. Perguntei para a mais velha aonde estava Stéfane e minha filha respondeu: 'pai, ela saiu falando que ia ver uma possível entrevista de trabalho", contou Rodrigo Torres.

As idades das enteadas de Stéfane não foram detalhadas. Dias antes do desaparecimento da esposa, Rodrigo Torres teria encontrado um passagem de ônibus com o destino à cidade de Governador Valadares, em Minas Gerais. A data da viagem estava marcada para o mesmo dia em que a jovem desapareceu.

A família registou o boletim de ocorrência na segunda (23), no Distrito Integrado De Segurança Pública (Disep) do município.

O delegado da Polícia Civil, Fabaino Aurich, informou que a investigação já está em andamento e o caso é tratado como um desaparecimento, mas pode tornar-se um possível crime.

''Já entramos em contato com a polícia de Minas Gerais, solicitamos que policiais verifiquem imagens das câmeras da rodoviária onde ela possa ter desembarcado'', explicou Aurich.

Outra situação que preocupou os familiares foi que o nome e todas as fotos de Stéfane foram apagadas de uma rede social a qual ela tinha cadastro, além disso, eles receberam mensagens incomuns no perfil da jovem.

''Ninguém sabe se foi ela, ou se foi outra pessoa que trocou o perfil e o nome. As fotos dela foram apagadas, mas dos meus sobrinhos e do meu irmão continuam publicadas'', desabafou a irmã da jovem, Milena Xavier.

Segundo os familiares, eles foram até a rodoviária de Vitória da Conquista, acompanhados de políciais, para buscarem mais informações sobre o embarque da jovem, mas não tiveram respostas, já que o gerente da empresa de ônibus não estava presente no momento e outros funcionários não poderiam passar qualquer informação solicitada.

Comunicar erro

Comentários